IPUEIRAS – PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

Igreja

CRIAÇÃO DO MUNICÍPIO: 25 de outubro de 1883, pela Lei no 2036 a qual criou o município e elevou a Vila de Ipueiras a Cidade.

TOPONÍMIA: Palavra originária do Tupi, que significa “lugar raso” em que se acumula água.

ÁREA GEOGRÁFICA: 1.131,7Km²

DISTÂNCIA DE FORTALEZA: 304Km

CRIAÇÃO DA FREGUESIA: 27 de outubro de 1883, por Lei Provincial no 2037 e

INSTALAÇÃO DA FREGUESIA: 06 de julho de 1884.

pela Provisão de D. Joaquim José Vieira aos 21 de abril de 1884!!!

PADROEIRA DA PARÓQUIA: Nossa Senhora da Conceição

PRIMEIRO PÁROCO: Pe. João Dantas Ferreira Lima

PÁROCOS IN SOLIDUM: Padre Herbert Ferreira de Morais e Padre Raimundo Feitosa dos Santos

SEMINARISTA ESTAGIÁRIO: Josivan de Carvalho Cruz

INFORMES HISTÓRICOS: Joaquim Alves de Freitas em 1861 doou a Fazenda Ipueiras para o patrimônio da futura Freguesia de Nossa Senhora da Conceição. Em 1867 por iniciativa do Cel. Vicente Gomes Ferreira Torres foi concluída a Capela de Nossa Senhora da Conceição de Ipueiras, que se filiou à freguesia de São Gonçalo da Serra dos Cocos.

A criação da Paróquia se deve à iniciativa do Pe. Francisco da Mota Sousa Angelim, deputado Provincial. A Lei que criou a Paróquia extinguiu a Freguesia de São Gonçalo da Serra dos Cocos.

São Gonçalo da Serra dos Cocos

A 30 de agosto de 1757 o Bispo de Olanda D. Francisco Xavier Aranha, dividiu o Curato do Araracu em 4 Freguesias, entre elas a se São Gonçalo da Serra dos Cocos. A mesma foi suprimida em 1883. Em 126 anos de existência nela serviram 14 Vigários. Lutas sangrentas entre as famílias Mourão e Melo – parentes o povo se retirou e os Padres para Ipu e Campo Grande. O último Vigário de São Gonçalo, Pe. João de Souza Castro faleceu em Ipu no ano de 1889.

A imagem da Padroeira veio da Europa, sendo benta solenemente pelo Pe. Maximiano Pinto da Rocha. É moldada em Terra Cola.

CONTATO: 3685-1228

 

 

Diocese de Crateús - 2017 © Todos os direitos reservados
Top