TAUÁ – PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

11127074053_7cf6810be2_b

TAUÁ – Antes: São José do Príncipe, depois São João do Príncipe dos                                                                Inhamuns

CRIAÇÃO DO MUNICÍPIO: 1911 (?) Tauá foi elevada a categoria de cidade aos  02 de agosto de 1929 pela Lei Estadual Nº 2.677.

TOPONÍMIA: Palavra originária do Tupi, que significa “barro amarelo e argiloso”

ÁREA GEOGRÁFICA: 3.957,4Km²

DISTÂNCIA DE FORTALEZA: 347Km

CRIAÇÃO DA FREGESIA: 17 de agosto de 1832

PADROEIRA: Nossa Senhora do Rosário

PRIMEIRO PÁROCO: Padre Frutuoso Ribeiro Dias

PÁROCOS IN SOLIDUM: 

Padre Denilson Pereira Furtado e Padre Sebastião César Ferreira de Sousa

DIÁCONO: Jobison Felix Nascimento Ramos

INFORMES HISTÓRICOS: Tauá vem da sesmaria dos Inhamuns, no riacho Vocovô, hoje São João, concedida a Lourenço Alves Feitosa, seu irmão Francisco Alves, e outros, em 1707.

Até 1802 a localidade se chamava Tauá. Aos 03 de maio de 1802 passou a ser chamada de São José do Príncipe. O nome São José do Príncipe foi substituído por São João do Príncipe dos Inhamuns aos 02 de dezembro de 1889, pelo Decreto Estadual Nº 01 do Tenente Coronel Luis Antonio Ferraz. Pela Lei 485 de 14 de março de 1898 Dr. Antonio Pinto Nogueira Acioli restabelece o antigo nome de Tauá.

Em 1767 a Igreja já estava concluída, sendo que o Pe. Faustino Dias Ribeiro, no termo de abertura do Livro de batizados, a 24 de março de 1833, escreve: “Nesta nova Matriz de Nossa Senhora do Rosário da Vila de São João do Príncipe…”.

Em agosto de 1907, lê-se no Livro de Tombo Nº 01 pág. 55v: “Em agosto deu-se a bênção solene a nova Imagem da Padroeira, vinda de Paris”.

O Pe. João Antonio Pereira Ibiapina, cujo processo de beatificação está em andamento, antes de abraçar o sacerdócio, foi o primeiro Juiz de Tauá (Ap. Notas de Viagem, de Antonio Bezerra de Menezes). 

CONTATO:  (88) 3437-1395

 

Diocese de Crateús - 2017 © Todos os direitos reservados
Top