Há 13 anos partia dom Antônio Fragoso, bispo emérito de Crateús

Dom  Antônio Batista Fragoso, nascido em Teixeira (João Pessoa), 10 de dezembro de 1920 foi o primeiro bispo de Crateús, criada há 55 anos (1964).

Filho de José Fragoso da Costa e de Maria José Batista da Costa, nasceu no sítio do Riacho Verde, Paraíba. Entrou no Seminário Arquidiocesano em João Pessoa, em 1934, ordenando-se sacerdote no dia 02 de julho de 1944. Dois irmãos seus também se tornaram religiosos: Frei Hugo FragosoOFM, e Frei Domingos FragosoO.Carm.

Dom Antônio foi assistente eclesiástico do Círculo Operário, em João Pessoa; assistente da Juventude Operário Católica do Nordeste (1947-1957); Vice-Reitor do Seminário da Paraíba; Capelão do Colégio Pio X, em João Pessoa; Capelão dos Colégio das Lourdinas, em João Pessoa; professor no Seminário da Paraíba (1944-1957).

O Papa Pio XII o nomeou bispo auxiliar de São Luis do Maranhão, no dia 13/05/1957, com a sé titular de Ucres. Sua ordenação episcopal deu-se a 30/05/1957, pelas mãos de dom José de Medeiros Delgado, dom Otávio Barbosa Aguiar e dom Manuel Pereira da Costa.

No dia  28/04/1964, o Papa Paulo VI o nomeou primeiro bispo de Crateús. Função que exerceu até 18/02/1998, quando apresentou sua renúncia por limite de idade, sendo sucedido por dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho.

Destacou-se na defesa dos direitos humanos e políticos no Brasil, de modo particular durante os chamados anos de chumbo. Assumiu como projeto de vida a linhas propostas pelo Pacto das Catacumbas, um documento assinado por cerca de 40 padres conciliares  no dia 16/11/1965, nas catacumbas de Domitila, em Roma, durante o Concílio Vaticano II.

Dom Antônio foi bispo assessor da catequese no Maranhão, Piauí e Ceará; bispo assessor da catequese do Regional Nordeste I;membro do Departamento de Leigos do CELAM; membro da Comissão Representativa da CNBB. Dom Fragoso, como era conhecido, teve também ampla atuação por todo o continente latinoamericano participando juntamente com o arquiteto argentino e Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel . O SERVIÇO PAZ E JUSTIÇA NA AMÉRICA LATINA – SERPAJ-AL, tendo contribuído decisivamente para as atividades dessa organização na Defesa dos Direitos Humanos e na pregação da não violência ativa.

Fundou juntamente com Padre Alfredinho (Fredy Kunz) a Fraternidade do Servo Sofredorque é um Instituto de Leigos Consagrados formado por homens e mulheres que consagram sua vida em favor dos pobres mais sofridos. Nascida da inspiração dos quatro cânticos do profeta Izaias, a partir da resistência das vítimas da seca do Nordeste, seus consagrados e consagradas estão presentes na maioria dos estados brasileiros como Distrito Federal, Rio de Janeiro, Amazonas, Paraíba, Paraná, Minas Gerais e em outros países, tendo uma presença mais forte e marcante, em Crateús/CE e em Santo André/SP, cidades onde Pe. Alfredinho viveu no Brasil.

LemaOpportet Illas adducere (Também tenho de as conduzir).

Dom Fragoso faleceu aos 85 anos na madrugada de 12/08/2006, vítima de um infarto fulminante. Ele estava internado em um hospital de João Pessoa, para onde se mudou após renunciar ao bispado, tratando-se de problemas cardiovasculares.

Fonte: Site CNBB Regional NE1

Comentários

Diocese de Crateús - 2019 © Todos os direitos reservados
Top