#A VOZ DO PASTOR #ROCEIRO JANEIRO/FEVEREIRO 2020

dom-ailton2

RECOMEÇANDO E REVISANDO…

Em um largo rio, de difícil travessia, havia um barqueiro que atravessava as pessoas de um lado para o outro. Em uma das viagens, iam um advogado e uma professora. Como quem gosta de falar muito, o advogado pergunta ao barqueiro:
– Meu caro barqueiro, você entende de leis?
– Não, senhor – responde o barqueiro.
E o advogado, compadecido:
– É uma pena… Você perdeu metade da vida!
O barqueiro nada responde.
A professora, muito social, entra na conversa:
– Seu barqueiro, o senhor sabe ler e escrever?
– Também não sei, senhora – responde o remador.
– Que pena… – condói-se a mestra. Você perdeu metade da vida!
Nisso, chega uma onda bastante forte e vira o barco.
O canoeiro, preocupado, pergunta:
– Vocês sabem nadar?
– Não! – responderam eles rapidamente.
– Então, é pena… – conclui o barqueiro. Vocês perderam toda uma vida!

MORAL DA HISTÓRIA
“Não há saber mais ou saber menos: há saberes diferentes.” (Paulo Freire). Todo trabalho é digno e deve ser respeitado. Pense nisso e valorize todas as pessoas com as quais tenha contato.

 Iniciar um novo ano (janeiro) é sempre uma oportunidade para revisar conceitos, ideias, pensamentos e posturas. Reiniciar os estudos (fevereiro) também é ocasião para rever nossas atitudes em relação às pessoas e seus saberes. Afinal, a grande sabedoria da vida não é a acumulação de conhecimentos, mas ser capaz de caminhar pela vida aprendendo com os outros e ensinando-nos uns aos outros.

Bem vindos a 2020! Parecia tão longe! Está aí! Para alguns mais milenaristas, nem chegaria! Mas, chegou. E com ele a oportunidade de continuar nossa caminhada como Comunidades Eclesiais Missionárias, sensíveis aos apelos dos mais pobres, a exemplo do nosso 1º bispo diocesano, Dom Fragoso e do saudoso Pe. Alfredinho, de quem celebramos neste ano, o centenário de seus nascimentos. Também nos serve de inspiração o exemplo da 1ª santa nascida em terras brasileiras, a nordestina Santa Dulce dos Pobres, canonizada pelo Papa Francisco no dia 13 de outubro passado. Tudo isso na perspectiva do Reino de Deus, no chão da nossa querida Igreja diocesana de Crateús.

Um Feliz Ano de 2020 para todos, sob a proteção da Imaculada Conceição, padroeira de nossa Diocese.

Dom Ailton Menegussi

Bispo diocesano de Crateús

 

 

Comentários

Top